Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Next

60 anos do Mercado Municipal será comemorado ao longo de agosto com atrações gratuitas para o público

NextMag 02/08/2018 GOURMET Nenhum Comentário
60 anos do Mercado Municipal será comemorado ao longo de agosto com atrações gratuitas para o público

O Mercado Municipal de Curitiba completa seis décadas de vida em 2018 e no dia 2 de agosto a data será brindada com coquetel e tradicional bolo gigante. Será às 18h30, no Espaço Maurício Burmester do Amaral, para imprensa e convidados. Organizado pela Ascesme – Associação dos Comerciantes Estabelecidos no Mercado Municipal de Curitiba, SMAB e Prefeitura de Curitiba, o evento abre o mês de comemoração do aniversário que vai oferecer um Festival Gastronômico recheado de atrações para o público, para mostrar toda a sua diversidade gastronômica. Serão cinco dias, de 7 a 11 de agosto, com aulas-shows e experiências culinárias incríveis sob o comando de vários chefes de cozinha que foram convidados a partir da curadoria do jornalista Luiz Augusto Xavier.

 

A programação é dividida por temas, Cozinha Brasileira, Cozinha Plant Based, Cozinha Etnias, Cozinha Responsável e Cozinha Orgânica. Para cada tema, dois chefes de cozinha. A participação é gratuita, basta chegar até 15 minutos antes. As crianças também tem programação especial. Nos sábados, 11 e 18 de agosto, das 11h às 15h, acontecem diversas atividades, entre elas, oficinas gourmet e descobertas sensoriais. A programação completa está disponível em www.mercadomunicipaldecuritiba.com.br e nas redes sociais @mercadomunicipal_cwb

 

Programação Festival Gastronômico

07/08 10h – Cozinha Brasileira com Luiz Maurício Fontana

07/08 11h30 – Cozinha Brasileira com Rosane Radecki

08/08 10h – Cozinha Plant Based com Reinhard Pfeiffer

08/08 11h30 – Cozinha Plan Based com Paola Guimarães Perotto

09/08 10h – Cozinha Etnias com Beto Madalosso

09/08 11h30 – Cozinha Etnias com Caju

10/08 10h – Cozinha Responsável com Fredy Ferreira

10/08 11h30 – Cozinha Responsável com Joy Perine

11/08 10h – Cozinha Orgânica com Celso Freire

11/08 11h30 – Cozinha Orgânica com Délio Canabrava

 

História

Não tinha asfalto, nem viaduto. Rodoferroviária sequer era projeto. Isso lá em 1958, ano em que nascia o Mercado Municipal de Curitiba. Um grupo de comerciantes apostou na ideia, poucos deles ainda estão por aqui para contar a história. Eram três horas da manhã de 2 de agosto daquele ano quando as portas se abriram, de lá pra cá o que se viu foi só evolução. Crescimento de gama de produtos, crescimento de público, crescimento de estrutura física. O público é cativo. Moradores da capital paranaense fazem do Mercado Municipal de Curitiba seu ponto de encontro e os turistas não passam pela cidade sem visitá-lo.

 

Ao longo de seis décadas, é possível encontrar duas, três, quatro gerações marcando presença por lá. Seja no comércio, seja como cliente. Até o ano 2000, em sete dias da semana passavam por sua sede cinco mil pessoas, hoje, esse número chega a 65 mil/semana. Um significativo crescimento calcado no constante aprimoramento do Mercado Municipal de Curitiba que é inovador no Brasil. Sua sede atual triplicou de tamanho, são 17 acessos distribuídos em uma estrutura de 15,6 mil metros. Ao todo, 362 unidades comerciais, entre boxes e bancas, de frutas, verduras, alimentos frescos, especiarias, carnes, vinhos, queijos, cosméticos, decoração e vestuário são comandados por seus 196 comerciantes.

 

Uma tradição viva com olho no futuro. Em 2009, inaugurou o primeiro Setor de Orgânicos dentro de um Mercado Municipal, o primeiro do Brasil. São vinte e duas operações com diversos produtos que são tendência no mundo.

 

Curiosidades

  • O Mercado Municipal de Curitiba começou com pequenas casas instaladas atrás da Catedral de Curitiba, em 1820;
  • Sua primeira estrutura foi na Praça Zacarias, em 1860;
  • Depois, mudou-se para a Praça Generoso Marques, em 1874;
  • Essa sede foi demolida e deu lugar ao Paço Municipal;
  • Foi levado para o bairro Batel, de 1915 a 1937, sendo novamente demolido;
  • A sede atual começou a ganhar forma em 1943 pelo projeto do francês Alfred Agache;
  • A obra iniciou em 1956 e a inauguração aconteceu em 1958;
  • Quando inaugurou, abria as portas às 3h, depois às 5h, às 6h e hoje abre às 7h.

 

Crédito de foto: Daniel Castellano

Like this Article? Share it!

Leave A Response