Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Next

A burrata perfeita: você sabe quais são itens que fazem a verdadeira burrata?

NextMag 31/10/2019 GOURMET Nenhum Comentário
A burrata perfeita: você sabe quais são itens que fazem a verdadeira burrata?

Empresária curitibana traz toda a essência italiana da produção artesanal de queijos para Curitiba

O prato tipicamente italiano surgiu no norte da Itália, na Puglia, em 1956. Basicamente, a receita da burrata consiste em uma espécie de bolsa de mozzarella italiana fresca e creme de leite recheada com pedaços de queijo. E, hoje, é reconhecida como uma iguaria italiana pelo mundo todo. Mas você sabe quais são os principais itens para tornar a burrata perfeita? Cada etapa do processo exige cuidados essenciais para atingir a perfeição desse prato.

Com origem na Itália, a Mozzarellart é uma loja fábrica de produção artesanal italiana que teve uma unidade instaurada em Curitiba e preza pelas tradições do país europeu com produtos frescos e artesanais. A sócia-proprietária Renata Bueno trouxe o casaro Luca Ludovico, que veio diretamente da Puglia, para produzir queijos como nodino, ricota e a famosa burrata.

Confira alguns pontos que fazem com que esse prato seja famoso em vários cantos do mundo:

Leite de vaca ou leite de búfala?

Existe a ideia de que a verdadeira burrata é produzida com o leite de búfala. Porém, segundo a empresária Renata Bueno, a receita original da Itália é feita com o leite de vaca. “90% da produção de queijos são originários do leite de vaca, pois é muito mais cremoso e saboroso, com menos de acidez se comparado ao de búfala”, afirma.

“Muitas pessoas pensam que é o leite de búfala, pois a mozzarella de búfala foi muito divulgada no mundo com a imagem da mozzarella branquinha redonda, que remete à de búfala. Por conta dos costumes italianos, nossa produção é toda feita com leite de vaca”, explica Renata.

Matéria-prima de qualidade

Por ser um prato servido fresco, a matéria-prima precisa ter qualidade: “a região de Curitiba é uma das maiores bacias leiteiras do Brasil e a qualidade desse leite é excelente. Um produtor artesanal depende muito da qualidade do leite. Por isso, ele precisa ser fresco todos os dias, o que garante o diferencial do sabor da burrata.”

Em comparação ao produto artesanal, o industrializado perde no sabor, pois, geralmente, o leite já é industrializado com uma alta quantidade de conservantes. Por isso, o vencimento dos produtos não é prolongado.

Técnica utilizada

Não basta ingredientes de qualidade se a técnica não for bem utilizada. Conhecidos como casaros, na Itália, mais do que técnicos, são pessoas que já nascem em um ambiente de leiteria e fabricação de queijo. Na comuna italiana Gioia del Collie, região do norte da Puglia, 70% das pessoas são envolvidas na produção de mozzarella e burratas.

“Nós acreditamos na importância do casaro. Pelo fato do leite ser uma matéria-prima viva, cada dia ele chega com uma acidez diferente e sofre alterações no transporte. Então, o técnico é quem vai neutralizar o leite para chegar ao produto final”, conta a empresária.

Creme de leite fresco e mozzarella desfiada fresca

Como ingredientes essenciais da burrata, a Straciatella, o creme de leite e a mozzarella desfiada frescos fazem toda a diferença para o sabor do prato. “Historicamente, a burrata surgiu através de restos dos queijos que sobravam, que era misturado no creme de leite para rechear a burrata.” afirma. Por isso, é importante produtos bons e frescos.

Armazenamento

O armazenamento do prato italiano não é feito de forma prolongado, pois é um produto feito fresco todos os dias e que deve ser vendido no dia da produção. “No Mozzarellart, nós damos uma validade de 5 dias e a conservação é feita de uma forma muito artesanal, como na Itália, para manter o sabor e a essência da verdadeira burrata”, explica Renata Bueno.

Like this Article? Share it!

Leave A Response