Next

Fabrizio Giannone, o designer que conquistou as brasileiras

NextMag 09/11/2012 INTERVIEW Nenhum Comentário
Fabrizio Giannone, o designer que conquistou as brasileiras

 

O designer de joias Fabrizio Giannone esteve em Curitiba para o lançamento de sua coleção Verão 2013, O Tesouro de Tróia, na loja do Shopping Mueller. Com peças que encantaram as brasileiras e agora as americanas, Fabrizio falou com a NEXT sobre seus planos de expansão, seu processo de criação e do mercado brasileiro.

NEXT – Para quem você desenha as suas peças? Quem é a mulher Fabrizio Giannone?

FABRIZIO – A Mulher Fabrizio Giannone não tem idade, é uma mulher que gosta de um produto bem feito, com qualidade, e atenta à proporção e simetria, além de ser uma mulher atenta às tendências e às propostas inovadoras.

NEXT – Qual é a diferença entre trabalhar com joias e com os acessórios em couro, como bolsas e sapatilhas?

FABRIZIO – Não existe uma diferença em específico, estas também se encontram na categoria de acessórios, categoria para a qual me dedico. O processo criativo não é diferente, porém os materiais e funcionalidade sim, o que tornam os produtos tão incríveis de se trabalhar quanto às joias. Procuro adequar esta parte de minha produção com as joias já conhecidas, coloco apliques com pedrarias, chocalhos com estrutura em metal, e couros de primeira qualidade. São acessórios incríveis.

NEXT – Qual foi sua inspiração para a nova coleção?

FABRIZIO – Inspirei-me nas joias produzidas há 3 mil anos, guardadas nos museus de Istambul e em San Petersburg, na Rússia,  em que a força do metal e das pedras dominavam a cena. O magnetismo das joias guardadas sob a terra, produzidas em cidades que desapareceram me impressionou.  Eles produziam joias como as de hoje, com a diferença de que antes o trabalho era apenas manual e exigia mais tempo de dedicação a cada uma das peças. A lenda da antiga cidade grega de Troia, narrada no poema Ilíadas, de Homero, faz referência às minhas peças, com leve toque étnico e com pedras brasileiras.

NEXT – Como é seu processo de criação? Primeiro você encontra as pedras que deseja trabalhar, ou primeiro procura algum tema, alguma inspiração?

FABRIZIO – A inspiração costuma variar de acordo com o momento que vivo, lugares que visito e até mesmo as tendências de moda, que atingem a todos. Uma ordem permanente não existe, e muitas vezes adequo uma coisa a outra, mas normalmente a temática e a inspiração são o passo inicial. Mas a tecnologia vem para aliar também, usamos cortes nos metais com jatos de água, e materiais de primeira.

NEXT – De onde vêm as pedras utilizadas em suas peças que encantam mulheres do mundo todo? Você mesmo as escolhe?

FABRIZIO – Antigamente as pedras eram somente brasileiras, agora estou trazendo-as de toda América do Sul. Por exemplo, nesta última coleção utilizei a Crisocola, uma pedra peruana linda, em tons esverdeados. A escolha é feita de acordo com a estação do ano, e os clássicos sempre solicitados, procuro adequar a cor da pedra ao tipo de produto e estação do ano.

NEXT – A Itália é conhecida por grandes marcas e designers de moda como Armani, Versace e Valentino. Por que apostar no mercado brasileiro?

FABRIZIO – O mercado brasileiro possui a maior variedade de pedras do mundo, desta forma poderia trabalhar com uma grande variedade de gemas e produtos, o que facilitaria muito a variedade de produtos e possibilidades de inovar.

NEXT – Pretende abrir alguma loja em seu país?

FABRIZIO – Minha pretensão para 2013 é de expansão. Quem sabe a Itália não seria uma possibilidade? Tudo depende de como as propostas surgirem, mas é uma ideia a se pensar.

Like this Article? Share it!

Leave A Response